24/09/2017

Castelo de Warwick - Inglaterra





Uma das coisas gostosas para fazer em Londres é visitar os muitos castelos espalhados pelo entorno em viagens bate volta e conhecer suas histórias. O Castelo de Warwick é um deles situado na pequena cidade medieval de mesmo nome e apenas uma hora e meia de trem saindo da estação em Londres de Marylebone, próxima do Regent Park. Ele é considerado um dos Top 10 monumentos britânicos e o melhor Castelo pelas autoridades de turismo. A sua construção às margens do Rio Avon é imponente e passou por reformas a longo dos anos, mas a primeira construção foi em 1068 por Guilherme I, o primeiro rei normando da Inglaterra. 




Atualmente o castelo pertence ao mesmo grupo de turismo do Museu de cera Madame Tussaud que programa vários eventos no local. As informações estão neste link:
https://www.warwick-castle.com/





Em Londres é possível contratar um tour com agências de turismo como a Evans, Golde Tour e Premium Tours, combinados com outros passeios como Stratford Upon Avon, distante apenas quinze minutos e Oxford a quarenta minutos. Mas se preferir ter mais tempo para explorar melhor todo o castelo recomendo ir sozinho com trem porque o tour normalmente reserva uma hora e meia apenas para o castelo. Consulte no link acima os preços para entrada no castelo e o opcional The Castel Dungeon, onde atores trazem à vida com efeitos especiais um dos tempos mais sombrios e assustadores na história do castelo.






Veja Também:



11/09/2017

Os campos de Lavanda da Inglaterra





Desde que visitei a Provence e os campos de lavanda (neste post AQUI) fiquei apaixonada . E não tinha como deixar fora de um dia de passeio nos campos da Inglaterra que ficam em Banstead (Woodmansterne), Surrey, aproximadamente 25 Km de Londres e a vinte minutos de trem.
A Mayfield Lavender Farm abre no dia 1 de junho até meio de setembro todos os dias das 9h00 às 18h00, mas o melhor mês para ver as lavandas é julho. O site deles com as informações é este aqui: https://www.mayfieldlavender.com.





Para chegar é muito fácil, peguei o trem na Estação Victoria até a cidade de West Croydon comprando o bilhete return open que permitia voltar em qualquer horário e paguei 10,30. No site da http://www.southernrailway.com/ você visualiza todos os horários. 
Chegando em West Croydon é preciso virar à direita quando sair na Estação e novamente a direita até o terminal de ônibus para pegar o 166.









A fazenda fica na parada Oak Park, e é anunciado sempre no som e na tela do ônibus a próxima estação, portanto sem dificuldade nenhuma. Para retornar o mesmo caminho. O ônibus pode ser pago com Oyster diretamente e custa 1,50 por trecho. Para entrada da fazenda é cobrado 1,00 para ajuda na manutenção, e no interior tem um café e loja com produtos a base de lavanda.





Veja Também:





29/08/2017

Morar em Londres - Impacto Inicial




Para quem visita a cidade a passeio eu não sei se sente muita diferença porque tudo é novidade e lazer, mas estou a trabalho e agora me sinto pronta para falar um pouco das minhas primeiras impressões sobre a adaptação com a diferença nos costumes.



TRABALHO
O mais legal de viajar é ter a oportunidade de visitar  novos  lugares, ampliar seu conhecimento, fazer novos amigos e ter contato com outras culturas. Esta é a minha segunda vez na cidade, mas a primeira que tenho contato diário com as pessoas que moram aqui e a oportunidade de trabalhar junto com eles. E esta foi a primeira diferença que senti entre o Brasil e a Inglaterra porque logo na primeira semana comecei trabalhando em um Projeto do escritório e perguntei o deadline, a data que deveria estar pronto e a resposta foi 2020, e pasmem, o projeto começou em 2015. Acostumada na minha área no Brasil onde os clientes querem tudo para ontem, este foi sem dúvida a minha maior surpresa de como eles são organizados. Lógico que o Projeto é feito em etapas e muito grande, envolvendo também os outros escritórios do grupo. Outra diferença é que toda segunda feira de manhã temos uma video conferência com a sede em Berlim e o outro escritório em Hong Kong, onde planejamos as atividades da semana. Em seguida recebemos uma planilha com os projetos que devemos trabalhar. Isto é, você já recebe a programação do que fazer e ninguém fica te cobrando ou pedindo outra coisa  como muitas vezes precisava fazer no Brasil.
Mas a maior diferença ainda na área trabalho é o horário do almoço. O  escritório que estou é dividido por 3 estúdios de arquitetura com média de 20 pessoas em um espaço totalmente aberto até para a sala de reunião e uma cozinha também aberta. Na primeira semana eu descia para comer alguma coisa na rua, mas  só eu fazia isto. Todos levam sua refeição, esquentam no microondas e comem em suas mesas de trabalho enquanto continuam trabalhando. Lógico que aderi também e agora levo minha saladinha pronta e já deixei na cozinha meu chá preferido, vinho..... isto mesmo, eles bebem vinho e cerveja no final da tarde. Trabalham como se estivessem em casa, no meio da tarde preparam na cozinha uma merenda, um pote de fruta, um chá e comem enquanto trabalham.






CLIMA
Agora com o assunto clima, Londres não é sempre cinzenta como falam, mas não se engane com aquele solzinho de manhã. Tudo pode mudar em segundos. Nunca deixe de sair com um casaco e guarda-chuva porque  uma manhã de sol pode passar a uma tarde com chuva e noite fria. Esta dica senti na pele literalmente porque me animei com o sol e céu azul e fui trabalhar apenas de camisa fina. Olhei para todos na rua com casacos e até pensei, onde vai este povo com este frio todo ? Mas quem se deu mal fui eu que passei muito frio na volta para casa.






O INGLÊS QUE SE FALA AQUI
Esta é uma parte engraçada porque você faz Inglês durante anos e chega aqui achando que sabe alguma coisa. Pode esquecer porque o Inglês deles é lindo de se ouvir, mas demora um pouco para você se acostumar e entender. Busquei ajuda na internet para ouvir vídeos na língua britânica, baixei no celular um APP da BBC de Londres e outros aplicativos para ficar ouvindo no metro, durante o dia no trabalho e fiz uma imersão total no inglês britânico. Foi ótimo porque presto muito mais atenção aos sons das palavras e no final dei um update incrível no inglês. Recomendo a todos passarem uma temporada estudando inglês aqui porque você aprende mesmo.



PUBS E RESTAURANTES
Cheguei a cnclusão que tem que ter muito Pub mesmo porque do jeito que trabalham, só um drink depois para relaxar. E são muitos espalhados pela cidade e sempre lotados no final do dia e durante toda a semana. É um costume, sair do trabalho e passar no Pub para ver os amigos e bater papo. Isto porque eles levam o trabalho muito a sério e ninguém conversa, brinca, conta piada, nada, nada e nada durante o expediente. O foco é o trabalho e o Pub é o lugar para relaxar e o social. No escritório o silêncio absoluto,ninguém atrapalha o outro e até mesmo para atender o telefone conversam baixinho.





RESPEITO PELO ESPAÇO DO OUTRO
É impressionante como eles respeitam seu espaço e ninguém se mete na sua vida. Ultimamente tenho visto em posts de blogueiras que sigo na internet comentários maldosos com a desculpa "é a minha opinião" ou perguntas indiscretas sobre a vida particular da pessoa. Sempre respeitei a maneira da outra pessoa ser  e realmente odeio fofocas e conversinhas sobre a vida dos outros porque  já dá um trabalho enorme cuidar da minha vida. Opinião se fosse boa não era de graça e também não é desculpa para falta de educação. Aqui em Londres ninguém "esbarra" em você, respeitam seu espaço físico e se chegam muito perto sem mesmo encostar no metro ou onibus pedem logo desculpas. E ninguém está interessado na sua vida particular.
Diferente de um episódio que ocorreu comigo no free shop de Roma onde estava olhando alguns produtos na prateleira e uma pessoa (melhor não dizer o país para não criar polêmica) não tinha a menor noção daquela lei da fisica que dois corpos não ocupam o mesmo lugar no espaço e literalmente queria ocupar o meu. 




O FAMOSO "TIVIRA"
Se está com dúvida ou não sabe resolver alguma coisa, eles pesquisam e se viram sem incomodar o parceiro de trabalho. Senti isto na pele e  confesso que esta foi a parte mais difícil, porque muitas coisas no inicio não sabia como resolver porque eram novas e quando perguntava para alguém eu sentia que estava atrapalhando. Também fui chamada atenção para ser mais independente, resolver sozinha as coisas e no inicio doeu, mas foi um aprendizado e tanto conseguir fazer isto em um país e língua diferente.




A COMIDA
Para quem acabou de ficar um ano na Itália  comendo bem não foi fácil digerir a comida inglesa e a cada ida ao supermercado era uma desilusão. Muita comida pronta e até mesmo em bons restaurantes demorei para encontrar comida com sabor. Hoje já conheço alguns lugares onde como bem, mas o impacto inicial foi difícil e nem pensar em comprar estas comidas, e mesmo não gostando de Miojo e Nuggets de frango foi a minha opção inicial para preparar em casa.





Bem, estes foram os aspectos iniciais que mais chamaram minha atenção e queria deixar registrado, mas é lógico que existem mais diferenças porque é outro País, outra cidade, outra língua e outros costumes.

Veja Também:

Restaurante Nando´s em Londres

Novidades nos voos Iberia e British

Edimburgo - Escócia

22/08/2017

Dicas de Compras e Cuidados com Pele e Maquiagem em Viagem



O último post comentei sobre as marcas novas de maquiagem que encontrei em Londres e recebi vários e-mails com outras perguntas sobre o assunto. Primeiro gostaria de enfatizar que não sou exper no assunto, mas claro que viajando muito sempre encontro produtos que não tem no Brasil ou com preços bemmmmm melhores. Já escrevi sobre o assunto nestes posts: Compra de maquiagem em LondresA necessarie dos sonhosCremes básicos para viajar. Os produtos que uso não mudaram muito desde o último post que escrevi: Cremes básicos para viajar -update. Mas aqui em Londres reparei que minha pele ficou mais seca e o cabelo horrível, sem forma e uma palha no final do dia. Estava usando um shampoo Pantene que trouxe do Brasil, mas senti total diferença quando comprei  um Pantene local e também da marca Toni e Guy de um salão aqui de Londres. O bom é que a disponibilidade de produtos em miniaturas é maior para você pode comprar e ver se gosta do produto antes de investir em um maior. Mas usar um produto local fez toda a diferença no meu cabelo e acredito que a fórmula é feita para as condições do lugar. Outra dica que aprendi em Londres é utilizar um shampoo que ajude a remover os depósitos de minerais da água que deixam o cabelo pesado. Pesquisei e encontrei boas recomendações para a marca Nioxin. Toda esta explicação para dar a dica de procurar produtos locais que são formulados para as condições climáticas do lugar.

Shampoo Toni e Guy

Shampoo Nioxin





Outra coisa que precisei fazer foi aplicar máscara todos os dias para o cabelo ficar mais sedoso e comprei em Londres a Garnier Olive Ultra Doux ou com o nome Ultra Suave no Brasil. Prefiro sempre máscara de cabelo à base de Oliva porque ajudam a dar mais brilho ao cabelo. Nunca gostei da marca Garnier no Brasil por deixar mais oleoso meu cabelo, mas este foi ideal para as condições de Londres. 

Máscara de Cabelo Ultra Doux da Garnier 

Outra providência foi aplicar um protetor térmico conhecido como Leave-In antes de secar com o secador para não ressecar ainda mais o cabelo. E a marca Redken tem os melhores produtos em minha opinião.


Leave-In da Redken



Um produto que descobri na Europa e não tem no Brasil é o Mousse e o Gel de modelagem da Pantene. Compro vários em toda viagem e ajudam a dar forma no cabelo sem deixar ele armado demais. Nos Estados Unidos também achei este produto que pode ser usado por homens ou mulheres. E a Pantene tem uma linha muito maior deste tipo de produto fora do Brasil.



Mousse de espuma para os cabelos Pantene

Gel para os cabelos Pantene



DICA PARA CUIDAR DO CABELO EM VIAGEM 
1. Comprar produtos locais mesmo que seja da mesma marca que está acostumada.
2. Aplicar máscara de cabelo para deixar o cabelo mais sedoso porque a água e as diferenças de  condições climáticas afetam o cabelo.
3. Aplicar protetor térmico antes de secar.
4. Um dia antes de uma viagem longa de avião e logo depois da chegada procure lavar e hidratar bem o cabelo com máscara porque ficar horas sob o ar condicionado resseca ou deixa oleoso e pesado os fios.



Para os cuidados da pele continuo usando o creme hidratante mais estruturado da Dermolab que comprei na Itália, a Linha Moisture Surge da Clinique que hidrata bem a pele e a Vitamina C para reforçar a hidratação na área dos olhos. Para viagens aéreas de longa distância eu recomendo porque você fica muito tempo dentro do avião e na maioria das vezes muda de clima entre a origem e o destino. Também carrego na bolsa lenços umedecidos , lenços matificantes e uma água termal. Estou amando a água da Caudalie e como a embalagem é de vidro utilizo apenas em casa e levo na bolsa  a água termal da Avene ou da La Roche Posay em miniatura. 

  
Hidratante Dermolab

Linha Moisture Surge de Hidratação da Pele - Clinique



Vitamina C para área dos olhos da Payot
Água de Beleza da Caudalie


Lenços Matificantes da Clean & Clear -  Johnsons

Água Termal Avene

Aqui em Londres caminho muito na rua a  pé e a pele fica mais suja do que no Brasil. Normalmente minha pele reage com espinha ao uso de tonico facial que ajuda a retirar as impurezas da pele e no Brasil uso apenas uma vez por semana sabonete e máscara esfoliantes, mas aqui em Londres precisei repetir mais vezes e estou usando a Máscara Detox da Caudalie que deixa a minha pele mais iluminada e uma máscara esfoliante para ajudar a limpar. Atualmente estou usando o Tonico Dermolab da mesma linha do hidratante, mas gosto mais da Locão Multifuncional da Payot.


Tonico Facial da Dermolab

Sabonete esfoliante da Linha Clean & Clear - Johnsons


Máscara Detox da Caudalie



E um produto que também sempre compro quando viajo para aproveitar os preços melhores é o alongador de cílios da Mavala e o lip balm da Bepanthol. Meus cílios cresceram muito desde que comecei a usar e minha boca não resseca tanto como antes de usar este produto.




Alongador de cilios Mavala

Protetor Labial Bephantol



DICA PARA CUIDAR DA PELE EM VIAGEM:
1. Usar um creme hidratante mais estruturado em viagem de longa distância  e apropriado para as condições climáticas do destino.
2.  Lavar o rosto com sabonetes esfoliantes para ajudar a limpar a pele.
3. Usar máscaras de hidratação e esfoliantes, mas não se preocupe em levar do Brasil uma mala de cremes porque em toda farmácia você encontra do tipo lenço umedecido unitário em sachet. 
4.  Prefira lenços demaquilantes porque é mais prático em viagem.
5.  Aplicar protetor labial principalmente dentro de aeronaves em voos longos.


Eu pareço a louca da maquiagem aqui em Londres porque são tantas marcas novas de boa qualidade e com preços justos que é impossível passar despercebido. E o momento inicial de raiva do Brasil por ter preços elevados se transforma rápido em "vontade de comprar tudo" para aproveitar. Parece brincadeira, mas no Brasil  o  valor de uma base é em média 50 Libras e aqui em Londres encontrei produtos com a mesma qualidade e valores entre 3 a 10 libras. A Collection me surpreendeu positivamente e foi a marca que comprei uma variedade maior de produtos:  Primer de Rosto, Primer de Olhos , Corretivo, Base , Pó Facial , Pó solto, Paleta de sombras Eyes Undercover Nude Rose , a Paleta de sombra, blush e contorno Face The Day, o Lápis iluminador e a Paleta de sobrancelha Eye Brow Kit. 


Primer de Rosto e Olhos Collection

Correctivo Lasting Perfection da Collection


Base Naturally Matt da Collection


Pó compacto Lasting Perfection da Collection


Pó facial translucido Collection


Lápis Iluminador Collection

Paleta de sombra, blush e contorno Face The Day da Collection

Paleta de sombras Eyes Undercover Nude Rose da Collection


Paleta de sobrancelha Eye Brow Kit da Collection 

A Marca Revolution tem paletas lindas de produtos com cores variadas e comprei algumas pagando menos de 10 libras como a de sombras Flawess 3 Resurrextion com sombras lindas de cores nudes/marrons em uma caixa rosé espelhada, a Fortune Favours the Brave com sombras metálicas em uma caixa dourada, a paleta de blush e contorno Sugar and Spice , a paleta Love com sombras e iluminador, a paleta Rainwbow e iluminador Vivid.

Paleta Revolution de sombras Flawess 3 Resurrextion

Paleta Revolution de sombras Fortune Favours the Brave 

Paleta de blush e contorno Sugar and Spice da Revolution


Paleta Revolution Love com Sombra e Iluminador

Paleta Rainwbow Revolution de sombras metálicas

Iluminador Viviv da  Revolution 


Em Londres também comprei a Paleta de sombras Elysium da marca Mua, a Paleta de sombras Easy on the eye da Seventeen,a Paleta de contorno e o iluminador da Freedom, e os batons Matte metálicos da Barry M. Nas farmácias você encontra outras marcas como a Revlon que eu não gosto, a londrina Rímel que também deixa a desejar na qualidade apesar de ser famosa, Borjouis, Maybelline, etc.


Paleta de sombras Elysium da  Mua
Paleta de sombras Easy on the eye da Seventeen

iluminador da Freedom

Paleta de Contorno da Freedom




Ainda continuam na minha lista os Top produtos que sempre compro para repor quando viajo porque os preços são melhores apesar de encontrar quase todos no Brasil.

1.   Primer Benefit The Pore e Smashbox
2.   Primer de Olhos Urban Decay
3.   Corretivo e Foundation Studio Finish da Mac
4.   Base da Lancôme e Laura Mercie
5.   Pó Blot da Mac e HD da Make Up Forever
6.   Blush Orgasm da Nars e Blush Mac Peach
7.   Sombras e Lápis de olho da Urban Decay
8.   Lápis iluminador Hight Brow Benefit
9.    Delineador Artliner da Lâncome
10. Iluminador  Gleam Aurora da Illamasqua e Touche Éclat da Yves Saint Laurent



















Na Itália gosto das marcas Kiko MIlano que já chegou no Brasil e a menos conhecida Wycon, principalmente deste último os corretivos e o pó. A Essence é uma marca alemã que conheci na Itália e já encotrei também nos Estados Unidos. As máscaras de cílios são excelentes e já comprei quase todas da coleção, além da base, pó e a sombra de sobrancelha que vem com um molde em acetato para você desenhar direitinho. Outra marca que gostei muito e encontrei na Itália é a austríaca P2 com o melhor  lápis Kajal à prova dágua que já usei porque não mancha, dura o dia inteiro e tem um preço muito bom.

E no Brasil gosto do Filtro Solar e Pó da Adcos, uma marca brasileira de excelente qualidade e os batons da Lune que conheci quando fiz um projeto com a Rede Globo porque além de ser a marca usada pelas globais possuem boa durabilidade e cores lindas com bom preço.  A sombra marrom da blogueira e maquiadora Alice Salazar é a melhor que já usei e tem uma cor que quando aplicada não parece que tomou um soco no olho. Isto porque tem sombra marrom que fica horrível, mas a Salazar tem um pigmento diferente que dá profundidade sem deixar o olho muito escuro.


















DICA PARA MAKEUP:
1.  Invista em uma boa paleta para levar em viagem que reúne os principais produtos para uma make. 
2. Os produtos em pó como sombras e blush costumam quebrar em viagens e prefira as opções em cremes ou bastão.


LISTA BÁSICA PARA LEVAR CREMES E MAKEUP EM VIAGEM:
Demaquilante em lenço descartável que limpam e tonificam a pele
Hidratante Facial
Protetor ou Balm Labial
CC Cream que reúne primer e tonalizante ao mesmo tempo evitando levar mais produtos
Pó Facial, Pó de contorno, Blush e Iluminador - Prefira do tipo pó com pincel como um bastão para não quebrar 
Sombra em creme
Máscara de cílios
Lápis de olho e sobrancelha retrátil para não precisar apontar
Batom 

Prefira produtos com embalagens plásticas do tipo bisnaga e evite aqueles que normalmente vazam no transporte como gloss.
E leve também um espelho de viagem pequeno porque nem sempre o hotel tem boa iluminação e você pode aproveitar a luz natural da janela para a maquiagem.


Veja Também: