25/09/2013

Ushuaia na Argentina - A Cidade do Fim do Mundo




A Brincadeira de viajar para Ushuaia começou  no ano passado com os boatos sobre o Mundo acabar no dia 21 de dezembro. Lógico que o mundo não acabou e  pensamos em conhecer o “Fim do Mundo”, cidade de Ushuaia  na pontinha da América do Sul - Patagônia Argentina. Eles levam muito a sério esta fama e no Centro de Informações Turísticas da Rua  San Martin você pode carimbar seu passaporte e receber um certificado que chegou ao fim do mundo. 






A viagem é longa , os voos para Ushuaia e Calafate não tem horários muito flexíveis  e independente da cidade que você saia, a primeira parada será Buenos Aires ou Santiago do Chile . As Cias Aéreas Tam, Gol, Lan e Aerolineas fazem o primeiro trecho e apenas as duas últimas fazem o segundo trecho. Também existem cruzeiros para Ushuaia para quem gosta deste tipo de viagem. Preste atenção no ato de comprar as passagens porque existem dois aeroportos em Buenos Aires: O Ezeiza e o Aeroparque. No nosso roteiro chegaríamos em Buenos Aires com a Lan Chile no Aeroparque porque seria também a saída e chegada do voo para Ushuaia, mas estão ocorrendo mudanças pelo governo argentino em relação ao uso da Lan Chile neste aeroporto  e durante o voo de volta fomos informados que o avião pousaria no Ezeiza. Mas esta não foi a única mudança e já comentei neste post os perrengues que tivemos antes da viagem com as alterações nos voos da Aerolineas Argentinas e Lan Chile.



Estreito de Magalhães




Aeroporto de Ushuaia todo em madeira

A viagem é tranquila, mas devido aos ventos muito comuns nesta região, uma pequena turbulência faz parte da aventura na descida em Ushuaia, afinal estamos na esquina da América do Sul e junção de dois Oceanos. O visual da Cordilheira dos Andes com os picos cheios de neve e o Estreito de Magalhães, a maior e mais importante passagem navegável entre os Oceanos Atlântico e Pacífico, fazem todos os perrengues e turbulências valerem a pena. Sem contar que é uma experiência única estar na cidade mais ao Sul do Planeta e a mais próxima da Antártida.



O mais engraçado é que Ushuaia é a Capital da Terra do Fogo. É meio estranho um local com picos de montanhas nevados e um clima que muda de sol para neve em cinco minutos ser chamada como Terra do Fogo. Nosso avião aterrizou com um céu azul e em pouco tempo estava nevando a ponto de jogarem água nas asas que estavam congeladas. Mas o nome Terra do Fogo foi dado pelo explorador Magalhães quando avistou fogueiras acesas pelos índios nas margens do estreito que hoje leva seu nome.



Na chegada é impressionante o visual das montanhas que circundam a cidade e um dos mais bonitos que vimos, mas vá preparado porque o vento é bem gelado e nem estávamos em alto inverno. Como detestamos viajar com muito calor para qualquer lugar e também não queríamos pegar neve e frio, escolhemos o final de setembro e durante a lua cheia para ter noites claras. Consultamos sites e blogs sobre a cidade e recomendaram a visita durante os meses de setembro, outubro e novembro, quando os animais marinhos estão presentes porque cada espécie tem seu próprio ciclo de imigração  é nestes meses é mais fácil para ver as baleias, golfinhos, pinguins, aves e lobos marinhos.