25/01/2017

Dicas para Visitar a Basilica Santa Maria Maggiore em Roma - Itália

Fachada da Via Cavour

Fachada e Entrada


A Basílica Santa Maria Maggiore é uma das quatro Basílicas de Roma mais visitadas por peregrinos vindos de toda parte e a primeira a ser construída para exaltar Maria, mãe de Jesus. As outras Basílicas são: São Pedro no Vaticano, San Giovanni in Laterano e  San Paulo fuori le mura que comentamos AQUIFoi construída pelo Papa Sisto III logo depois do Concílio de Éfeso, que proclamou Maria como "Mãe de Deus" e os mosaicos no interior da Igreja retratam passagens bíblicas da vida de Maria.





O Campanário é o mais alto de Roma e na Piazza Santa Maria Maggiore, uma coluna com a Nossa Senhora no topo, conhecida como Colonna della Pace, foi erguida em 1614 e serviu de modelo para outras que foram construídas em países católicos para agradecer o fim da peste que assolou a Europa. É muito comum encontrar este tipo de coluna nas praças de outras cidades.





Abaixo do altar fica a Cripta da Natividade ou Cripta de Belém com a madeira da manjedoura onde nasceu Jesus. E próximo do altar também fica o túmulo de Gian Lorenzo Bernini e sua família, que eu imaginava antes de conhecer que seria como suas obras, mas apenas uma placa no chão muito simples. Um grande ensinamento se formos pensar a respeito disto porque ele passou a vida executando o que existe de mais belo em escultura com emoção, dramaticidade, e seu túmulo é simples assim como a morte que nada levamos. Ele morou em uma casa do lado esquerdo da Basílica, na Via Liberiana e na fachada uma placa  na fachada menciona o ilustre morador.


Cripta da Natividade

Cripta da Natividade com as madeiras da manjedoura de jesus

Túmulo de Bernini


Duas capelas importantes no seu interior, a Capela Sistina que não é a do Vaticano, mas é ricamente decorada por vários artistas com anjos em tamanho natural segurando uma réplica da basílica, e a Capela Borghese entre tantas obras de arte importantes no seu interior e o impressionante teto em ouro. O melhor horário para visitas é logo cedo para evitar as filas de controle de segurança na entrada, e está aberta todos os dias das 7 às 18h45. As missas acontecem de segunda a sexta às 7h00, 8h00, 9h00, 10h00, 11h00,12,00 e 18h00. Sábados às 7h00,8h00,9h00,10h00 em latim, 12h00 e 18h00 no altar papal. Domingos e feriados às 9h00,10h00 em latim, 16h40 e 17h15. A Basílica fica a poucos passos da Estação Termini com fácil de acesso ao metrô.

Consulte o site para confirmar os horários: 











Veja Também:






22/01/2017

Programas de Fidelidade





Já faz muito tempo que penso em escrever sobre este tema polêmico e finalmente resolvi expor o que penso sobre os Programas de Fidelidade. Viajo muito a trabalho, estudo e lazer e muitas pessoas me perguntam sobre "ganhar passagens" com as milhas que você acumula , minha resposta é sempre a mesma: UMA ROUBADA, GRANDE PIADA e por aí vai.
O primeiro programa de fidelização que entrei foi de uma loja famosa de cosméticos onde comprava todo mês refil de desodorante, presentes, cremes e maquiagem. Depois de um ano juntando pontinhos, a quantidade no final do ano rendeu um Pão de Mel, isto mesmo, um único pão de mel que de raiva nem troquei. No ano seguinte continuei comprando porque gostava dos produtos sem me importar com os pontos acumulados, e novamente os "brindes" eram ridículos. Mas me vinguei e escolhi 1 pincel pequeno de maquiagem só para eles terem o trabalho e gastos para enviar pelo correio.




Em relação às passagens aéreas a situação é um pouco pior, o primeiro programa de fidelização que participei também foi uma grande piada. A cia aérea reservava apenas uma quantidade pequena de assentos para esta finalidade e nunca tinha disponibilidade nas datas que eu precisava.

Atualmente com o mestrado na Itália tenho acumulado muitos pontos em passagens aéreas e compra no cartão de crédito que também podem ser revertidos em milhas, mas estou tentando trocar os pontos por uma passagem sem muito sucesso novamente. Observei que as milhas necessárias  para concretizar a troca são maiores na medida que você aumenta a sua quantidade de milhas. Isto é, logo que entrei para a fidelização a quantidade necessária para trocar um trecho era por exemplo de 10.000 milhas e quando você consegue esta quantidade e tenta trocar, a quantidade de milhas necessárias nos voos são muito maiores. Outra roubada é trocar na modalidade Pontos + Dinheiro, recomendo cautela porque normalmente observo que, o valor a ser complementado em dinheiro é mais ou menos o valor da compra de uma passagem sem você gastar os seus pontos.




Já consegui trocar pontos por passagens, mas isto ocorreu apenas uma vez porque juntei pontos de cartão de crédito, passagens, fidelização de hotel, posto de gasolina, etc., e concentrei tudo em apenas uma conta com a reserva feita com seis meses de antecedência ou mais. Ultimamente não tenho mais paciência com estes planos de fidelização e servem para passar raiva. A Alitalia está devendo creditar pontos de duas passagens a exatamente um ano. Primeiro você passa pelo teste de paciência número um ao ligar nos telefones que você fala com máquinas digitando 1 para não sei o que, 2 para sei lá e assim vai. Depois um atendente passa para outro que passa para outro e a ligação cai. Quando você retorna tem que começar tudo de novo, mas é melhor tomar um calmante antes. kkkkkk.

Sinceramente, é lógico que marco meus pontos nos programas, mas não foco muito e o que vier é lucro porque já passei muita raiva com isto. E na hora de trocar analiso bem as possibilidades, altero as datas de uma viagem para avaliar se a quantidade de pontos muda, etc.





Veja Também :